Fernando Guerra, o Mais Conceituado dos Fotógrafos de Arquitectura

Fernando Guerra, o Mais Conceituado dos Fotógrafos de Arquitectura

As sessões fotográficas são como tatuagens: não há desculpas para erros. Quem o diz é Fernando Guerra, fotógrafo de arquitectura, que está a chegar aos 2500 trabalhos publicados em revistas de referência mundial, como “Casabella”, “Wallpaper*”, “Dwell”, “Icon”, “Domus” ou “A+U”. Com 43 anos, colabora com vários arquitectos portugueses, como Álvaro Siza, Manuel Mateus, Manuel Graça Dias, e internacionais, como Márcio Kogan ou Zaha Hadid, entre outros. Criou o estúdio FG+SG com o irmão Sérgio Guerra, e juntos tornaram-se os difusores da arquitectura contemporânea portuguesa nos últimos 15 anos. Pode acompanhar tudo no site do seu ateliê. O fotógrafo é também o embaixador da Canon Europa na categoria de fotografia de arquitectura. O seu sucesso passa pela obstinação ao seu trabalho, com entrega total: “É preciso trabalhar todos os dias e não ter tempo para mais nada”
01
A Importância da Fotografia na Arquitectura
“Desde que começámos a trabalhar que percebemos que ter as imagens e não fazer nada com elas é passar ao lado do que é essencial na fotografia de arquitectura, a comunicação. Um projecto que não se vê deixa de fazer parte da história. Há 15 anos que o trabalho do Sérgio Guerra é trabalhar essa comunicação. Eu fotografo, ele comunica. Simples e muito eficaz. Reunimos contactos com revistas e blogues de referência. Por nos conhecerem e confiarem no trabalho, dão-nos atenção e as publicações, como a ‘Domus’ surgem”, explica Fernando Guerra
Fernando-Guerra-Photography-1

siza_fguerra
A Génese
Diz que foi por influência dos pais, que lhe deram máquinas “para a mão muito cedo”, que ficou com o gosto. O que procura num edifício é a arquitectura viva. “Mostrá-lo a respirar. A funcionar durante um dia. Não me interessam espaços vazios de coisas, porque ficam despidos da razão que os fez existirem. A boa fotografia de arquitectura deve ser impossível de replicar.” E como se define uma má imagem? “A falta de transparência. O ego do fotógrafo sobrepor-se ao que é essencial mostrar. Um trabalho é sempre sobre uma obra.”

Trabalho Sem Rede
Para fotografar o edifício em Boticas, Fernando Guerra demorou 12 horas. “Foi num dia frio de Inverno, com sol. As sessões são como tatuagens. Só temos direito a uma tentativa. Não existem desculpas para o erro. Ao contrário da arquitectura, não se pode emendar à mão no dia seguinte no ateliê. Tenho aquelas horas e é bom que as imagens aconteçam. Seja em Lisboa seja em Seul. Não se pode confiar num regresso ou basear o falhanço no material. Nunca há uma desculpa para a nossa incompetência”, explica o fotógrafo, que é licenciado em Arquitectura. E o que foi mais difícil de fotografar no centro? “Estando a luz boa, é apenas não parar de andar à volta e dentro do museu seguindo o sol. O mais difícil é deixar passar um momento único. Mas o meu trabalho é fazer com que não aconteça.”

euromaxx1
Entrega Total
Dedica-se à fotografia de arquitectura e diz que só é possível porque é uma entrega total. “Para isto funcionar é preciso trabalhar todos os dias da semana, não ter tempo para mais nada. O lado glamoroso desaparece com meses de viagens. Tenho muita sorte em ter um ateliê de fotografia com sete colaboradores. Felizmente temos reservas de trabalhos para todo o ano.” E é mais fácil fotografar edifícios ou pessoas? “Tudo tem um lado melhor. Tanto faz se pessoas se edifícios. Descobri-lo é parte do gozo de fotografar e é isso que me faz sair de casa todos os dias.”

Related posts

  • image68.jpg
  • image69.jpg

Interlace da OMA Ganha o Prémio de Edifício do Ano

Localizado em Singapura, "Interlace" é um criativo complexo de apartamentos que ganhou o prémio mais importante da World Building of the Year Award no Festival Mundial de Arquitetura 2015. Concebido pelo escritório com sede na Holanda, o Office Metropolitan Architecture aka OMA, de Rem Kolhaas...

  • image227.jpg
  • image228.jpg
  • image229.jpg
  • image230.jpg
  • image231.jpg
  • image232.jpg
  • image233.jpg

O Resort Suan Kachamudee da Sicart & Smith Architects

Sicart & Smith Architects foram os criadores deste resort deslumbrante construído entre as árvores no vale ensolarado de Koh Samui, na Tailândia O resort boutique chama-se Suan Kachamudee. Dada a estrutura de localização única numa colina com vista deslumbrante para o mar, a sua construção...

  • predio-zupi1.jpg
  • piscina-zupi3.jpg
  • predio-zupi2.jpg
  • predio-zupi3.jpg
  • piscina-zupi1.jpg

Está em Construção o Projecto de Arquitectura Mais Arrojado do Ano, em Londres

Um condomínio em Londres está prestes a lançar algo inovador e nunca feito a esta escala (altitude). Além de um bar na cobertura, a estrutura também vai contar com uma piscina suspensa, que ligará os dois prédios, tornando possível nadar de um para o outro. A piscina, chamada de “Sky Pool”...

Leave a comment