Tendenciosa Escolha de Vinhos do Douro no Concurso “Escolha de Imprensa 2015”

Tendenciosa Escolha de Vinhos do Douro no Concurso “Escolha de Imprensa 2015”

Vários vinhos do Douro (para os das outras regiões devem ter levado vinagres) foram distinguidos no concurso Escolha da Imprensa 2015, organizado pela Revista de Vinhos, anunciou a publicação, que também premiou, este fim de semana, o The Yeatman.
image
Os resultados foram anunciados no domingo passado, dia 1 de novembro, numa gala realizada em Lisboa. O Vau Porto Vinage 2011 e o H. O. Douro Grande Escolha 2012, da Casa Agrícola Horta Osório, foram os únicos vinhos da Região Demarcada do Douro (RDD) a serem premiados, na categoria de fortificados e de tintos, respetivamente, com o Grande Prémio Escolha da Imprensa.
image
Para o Prémio Escolha da Imprensa, foram nomeados 74 vinhos em várias categorias. Na categoria de Brancos, o Mirabilis Douro Grande Reserva 2014, da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, foi premiado, bem como o Noble Late Harvest Douro 2011, da Rozès, empresa que foi a primeira exportadora de vinho do Porto a instalar-se na RDD, com caves em Vila Nova de Gaia e instalações de vinificação e produção na Quinta de Monsul. Este último provém da casta Malvasia Fina, considerada uma das mais nobres da região.
image
Nos rosés, a RDD não teve nenhum vinho distinguido, embora esta seja a categoria menos ‘concorrida’. Nos tintos, além do Grande Prémio para o vinho da Horta Osório, o júri atribuiu ainda o Prémio Escolha da Imprensa ao vinho Dona Berta Douro Tinto Cão Reserva 2011, de Hernâni AM Verdelho, mas também a Jorge Rosas, pelo vinho Quinta da Touriga-Chã Douro 2013.

A Rozés recebe outro prémio, depois de já ter um vinho branco premiado, com o Quinta do Grifo Reserve Douro 2011. A Vasques de Carvalho recebeu também um Escolha da Imprensa pelo Velhos Bardos Douro Reserva 2013.

Nos fortificados, como esperado, a presença do Douro foi mais demarcada. Além do Grande Prémio para o Vau Porto Vintage 2011, da Sogrape, foram atribuídas distinções ao Blackett Porto 30 anos, da Alchemy Wines Port, ao Alves de Sousa Porto Vintage 2009, de Domingos Alves de Sousa, ao Niepoort Porto Crusted, da Niepoort, ao Quinta do Seixo Porto Vintage 2013, da Sogrape, que vence também um Prémio Escolha da Imprensa. Por fim, mais dois para Vasques de Carvalho: pelo Porto 30 anos e pelo Porto Vintage 2013. O Quinta Seara d’Ordens Porto Vintage 2012 também foi premiado.

O concurso contou, este ano, com a maior participação de sempre, com 357 vinhos a concurso em 5 categorias: espumantes, brancos, rosés, tintos e fortificados. O júri foi composto por 34 provadores, de profissões distintas, desde jornalistas a especialistas, passando por bloggers do setor vínico.

The Yeatman premiado

O hotel The Yeatman, em Gaia, venceu o prémio de Melhor Carta de Vinhos no concurso da Revista de Vinhos e pela Prime Drinks.

O anúncio foi feito no final da edição 2015 do Encontro Com o Vinho e Sabores, em Lisboa. Este é o prémio principal do concurso e representa mais um prémio para o hotel, que já venceu, este ano, prémios como o de Melhor Hotel Boutique de Portugal nos World Travel Awards, em outubro.

No segundo lugar ficou ainda o DOP, restaurante de Rui Paula no largo de São Domingos, no Porto, seguido do Rei dos Leitões, na Mealhada.

O hotel gaiense ficou ainda na segunda posição da categoria de Melhor Carta de Vinho a Copo, superado apenas pela Taberna do 8 ó 80, na Nazaré.

Related posts

  • image160.jpg
  • image161.jpg

A Escolha Britânica de Vinhos Portugueses para Este Outono

Destaque para o do meio, o Aventura de Susana Estebán, uma enóloga espanhola (única mulher a vencer o prémio de “Enólogo do ano” da Revista de vinhos) que tem feito muitos e bons vinhos por cá, tendo agora partido para um projecto próprio no Alentejo onde quis (quer) agitar preconceitos. Este...

Leave a comment